Prefeitura de Maricá e Comitê da Itália discutem ações para promover o ecoturismo na região de Espraiado

 

radaresOs secretários municipais Júlio Carolino e Andrea Cunha se reuniram nesta terça-feira (25/09) com o delegado do Comitê Olímpico Italiano no Brasil, Alfredo Apicella, com o intuito de estreitar as relações entre Maricá e o país europeu, no sentido de incentivar o ecoturismo na cidade. O encontro entre o representante italiano e os responsáveis pelas secretarias de Agricultura, Pesca e Pecuária e de Cultura, respectivamente, aconteceu na Fazenda Ibiaci, no Espraiado.

Um dos assuntos tratados foi a implantação de um projeto dentro da fazenda envolvendo a produção de leite de cabra, embutidos, defumados e hortaliças por famílias carentes, em uma área que varia de mil a 15 mil metros quadrados. Outro ponto discutido foi o projeto para a produção de lúpulo com o objetivo de fabricar cerveja artesanal. O encontro serviu ainda para debater questões voltadas ao ecoturismo como produção agroecológica, a exemplo do que já existe no loteamento Manu Manuela, em São José do Imbassaí, onde acontece uma horta-escola com 30 famílias produzindo em torno da horta.

De acordo com o secretário Júlio Carolino, a visita do italiano visa identificar quais projetos podem ser feitos no local pela prefeitura em parceria com o Comitê Olímpico Italiano. “Fazer um dia da Itália aqui na fazenda ou um projeto de pizzaiolo por um dia, no qual possamos trazer os grandes chefes da culinária italiana e reunir a comunidade carente a fim de aprender a fazer pizza. Com isso, estamos capacitando a nossa população”, disse o secretário. “Nós começamos a ver que têm pessoas embarcando no nosso projeto e somando com o mesmo ideal. Então é isso o que temos hoje aqui”, afirmou.

Júlio Carolino explicou que há cerca de 20 dias foi ao consulado italiano a fim de buscar informações para implementar na Fazenda Ibiaci uma horta destinada aos idosos, projeto já executado pela prefeitura da cidade de Forlí, na Itália. “Nós procuramos o Consulado da Itália para saber o que deu certo lá, como realmente está funcionando para implantarmos aqui, uma vez que Maricá é uma cidade com a população idosa alta. Eu vejo que é muito importante um projeto como esse”, concluiu.

A secretária de Cultura Andrea Cunha destacou que a parceria entre Maricá e Itália pode impulsionar a gastronomia local. “Isso vai criar uma economia na cidade, gerar renda, levar produto para os nossos hospitais e para as nossas escolas”, afirmou Andrea. “Definindo a culinária com a gastronomia local vai proporcionar uma explosão na cidade, um turismo não só nacional, como também internacional”, completou.

O delegado do Comitê Olímpico Italiano no Brasil agradeceu o convite feito pela Prefeitura e se encantou com tamanho da área da fazenda onde vários projetos podem ser implantados. “Para nós, termos um local a poucos quilômetros do Rio de Janeiro é um ‘pão abençoado de Deus que cai em cima de nós’. Podemos oferecer em várias áreas, não só esportiva, mas no social, na educação e na assistência, uma série de interações que vão beneficiar o povo”, enfatizou

-Publicidade-

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário.
Por favor digite seu nome aqui