Jair Bolsonaro sofre um atentado, recebe uma facada e passa por cirurgia

radares

Minas Gerais – Candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro levou uma facada em ato de campanha, enquanto cumpria agenda em Juiz de Fora, Minas Gerais, na tarde desta quinta-feira. O autor da facada foi preso e já confessou o crime: Adelio Bispo de Oliveira, 40 anos, morador da cidade de Montes Claros.

Bolsonaro foi retirado do local por seguranças e encaminhado a um hospital, onde recebeu os primeiros atendimentos.

Passou por uma cirurgia após o atentado. Ele recebeu transfusão de sangue e teve lesões, já reparadas, nos intestinos delgado e grosso. A cirurgia já chegou ao fim e Bolsonaro não apresenta mais sangramento.

Segundo entrevista rápida do porta-voz do hospital antes do procedimento, Bolsonaro teve uma perfuração na altura do abdômen. Houve lesões no intestino grosso e delgado, e o candidato passou por transfusão de sangue.

O suspeito do crime foi identificado como Adélio Bispo de Oliveira, 40 anos, morador da cidade de Montes Claros. Ele foi detido em flagrante e encaminhado para a delegacia.

Por conta do ocorrido, houve um princípio de tumulto e populares tentaram linchar o suspeito. Mas, policiais militares conseguiram conter a multidão.

O filho do deputado, Flávio Bolsonaro comentou o caso. Segundo ele, a situação só não foi pior, pois uma pessoa na multidão percebeu o ataque e bateu na mão do suspeito evitando algo mais grave. “Peço que intensifiquem as orações por nós!”, disse Flávio.

aununcioanuncio

-Publicidade-

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário.
Por favor digite seu nome aqui