Secretaria de Agricultura Pecuária e Pesca ensina os beneficios e como fazer a carne de jaca.

 

relatório

Se você não é vegetariano provavelmente nunca ouviu falar em comer jaca verde, mas a verdade é que essa é uma descoberta incrível que vai surpreender até os amantes de carne. Através da Secretaria de Agricultura Pecuária e Pesca e de seu Secretario Julio Carolino,  essa iguaria vendo sendo trazida para Maricá através dos Eventos da SECAPP.
A jaca verde em si não tem gosto de nada, mas ao ser cozida, se solta e fica com uma textura muito parecida com a de frango desfiado. Por isso, a carne de jaca verde é muito usada para fazer uma versão deliciosa e vegetariana da coxinha e do salpicão, por exemplo.

Outras partes da jaca também podem ser aproveitadas, como o miolo, que tem uma textura muito boa para fazer refogado em grandes pedaços e também suas sementes, que parecem castanhas e são muito nutritivas.

Comendo carne ou não, você vai achar muito interessante os benefícios da jaca verde e aprender como fazer a carne de jaca verde. Abaixo, separamos também algumas receitas para que da próxima vez que você passar por uma jaqueira, procurar uma verde para se aventurar na cozinha.

Propriedades da jaca verde

Rica em vitaminas e minerais, como o ferro, o potássio, o cálcio e o fósforo, a jaca verde é um bom alimento para se acrescentar em sua alimentação. Tem o poder de prevenir a anemia, regular a pressão arterial e combater radicais livres e fungos intestinais.

Além de só conter 60 calorias a cada 100 gramas, a jaca verde também é diurética, expectorante e tem os minerais necessários para fortalecer músculos e ossos.

Como opção de carne vegetal, ela faz bem o seu trabalho, mas não vai oferecer todas as proteínas que o seu corpo necessita em uma refeição. A cada 100 gramas da fruta, apenas 1 grama é de proteína.

Por isso, é importante combinar a carne de jaca verde com algum grão ou folha verde escura, para assim, se certificar de que sua refeição será suficiente para oferecer os nutrientes que o seu corpo precisa.

De qualquer forma, a jaca verde é uma deliciosa e nutritiva surpresa para quem gosta de conhecer novos ingredientes e sabores.

Benefícios da jaca

1. Proteção contra doenças

A jaca possui uma série de fitonutrientes, entre eles o flavonoides, que podem ser bons aliados contra o câncer. Além disso, os antioxidantes da jaca verde são capazes de bloquear a ação dos radicais livres, substâncias capazes de desencadear algumas doenças crônicas.

2. Força para o sistema imunológico

Rica em vitamina C e antioxidantes, a jaca tem o poder de melhorar a saúde do seu sistema imunológico, evitando gripe, resfriados e infecções.

3. Dá mais energia

A combinação de carboidratos, calorias e baixo teor de gordura dão à jaca uma característica de dar mais energia ao seu corpo. Além disso, os açúcares contidos na fruta, frutose e sacarose, são de fácil digestão, e ajudam a manter o nível de energia mais alto, principalmente se você faz exercícios regulares.

Falando em açúcares, a jaca pode ser consumida por diabéticos, desde que não em excesso, é claro. Isso porque estes açúcares liberam a glicose de forma contida, reduzindo o nível glicêmico da fruta. Na jaca verde, os níveis destes açúcares são ainda menores, perfeito para quem não quer exagerar.

4. Previne a anemia

Por conter altas doses de diversos nutrientes, a jaca pode ser uma boa aliada na prevenção da anemia.

Vitamina A, C, E, K e vitaminas do complexo B estão presentes na fruta, além de minerais como cobre, manganês e magnésio, que ajudam a formação de sangue e colaboram com a absorção do ferro, ajudando a prevenir e curar a anemia.

5. Saúde cardíaca

Algumas propriedades da jaca, como o potássio, têm o poder de diminuir o nível de sódio ao mesmo tempo em que mantém equilibrado o nível de eletrólitos do nosso organismo. Isso faz com que as chances de sofrer de pressão alta, derrame e ataque cardíaco sejam menores.

Como preparar carne de jaca verde

Primeiramente, é preciso encontrar uma jaca verde. Normalmente as jacas vendidas já estão maduras e sua textura e sabor já não estão propícios para fazer o seu uso como substituto da carne.

Por isso, fique atento a jaqueiras em sua região e dê preferência para as pequenas. Uma jaca que caiba inteira em uma panela de pressão é o que você vai precisar. Na impossibilidade, você terá que perder alguns minutos lidando com as substâncias grudentas que a jaca libera ao ser cortada.

Encontrada a jaca ideal, vamos para a preparação.

– 1º passo

Se a jaca couber inteira em sua panela de pressão, pule este passo.

Se você não deu tanta sorte, você vai ter que se preparar bem para não sofrer muito com a cola da jaca.

Corte uma sacolinha plástica para forrar o pedaço da pia que você vai usar para cortar a fruta. Se você for desajeitado, é bom colar as pontas da sacola para que elas não se mexam muito na hora do corte.

Separe uma faca bem afiada e uma garrafa de óleo e coloque a jaca em cima do plástico. Passe óleo na faca e nas suas mãos, isso vai evitar que a cola grude. Se algum utensílio ficar com a cola, não tem problema, depois é só usar óleo como se fosse detergente e esfregar bem com uma bucha.

Corte a jaca em fatias grossas e depois corte em cruz. Você terá quatro pedaços tipo fatia de pizza em cada rodela. Mantenha a casca nesta etapa.

– 2º passo

Coloque a jaca, ou os pedaço dela, em uma panela de pressão com água cobrindo. Se não couber tudo, você terá que fazer em duas etapas. Não ultrapasse o limite de água que a panela tiver. Feche bem e leve ao fogo por pelo menos trinta minutos.

Ao abrir a panela, você deve ver uma jaca meio rosada. Espete um garfo e, se estiver bem macio, já pode tirar. Se não, deixe mais alguns minutos no fogo.

Se você usou a jaca inteira, terá que abrir neste momento para verificar se o interior já está bem cozido.

– 3º passo

Escorra a água e deixe esfriar. Se você usou a jaca inteira, corte em rodelas grossas agora para que ela esfrie mais fácil.

Nesta etapa, a cola da fruta já não deve ser um problema. Corte a casca e jogue fora. O miolo pode ser aproveitado, por isso separe-o.

Separe também as sementes e desfie o resto da fruta. Se ela estiver bem cozida, esta etapa vai ser muito fácil.

No final deste processo, você deverá ter um recipiente com o miolo, outro com as sementes e outro com a carne de jaca verde desfiada.

A carne desfiada pode render muito, dependendo do tamanho da jaca. Uma parte dela pode ser congelada nesta etapa e ser usada em outro momento.

Receitas com carne de jaca verde

1. Coxinha de jaca

Ingredientes:

Recheio

1 ½ xícara de chá de jaca verde cozida e desfiada;½ cebola picada;3 dentes de alho picados;1 tomate picado;Azeitona picada a gosto;Salsinha picada a sua a gosto, pimenta-do-reino e cúrcuma a gosto.

Massa

2 xícaras de chá de água;½ colher de sopa de cúrcuma;½ xícara de chá de óleo;3 xícaras de chá de farinha de trigo;2 colheres de sopa de cebola em pó ou 4 dentes de alho picados e fritos.

Modo de preparo:

Aqueça uma panela com azeite e refogue a cebola e o alho. Adicione a jaca verde desfiada e refogue mais um pouco. Acrescente os tomates, o sal, a cúrcuma e a pimenta-do-reino e mexa bem. Deixe por alguns minutos em fogo baixo. Junte a azeitona e a salsinha e deixe cozinhar por mais cinco minutos. Reserve.

Para fazer a massa, basta esquentar a água em uma panela grande, juntamente com os temperos e o óleo. Acrescente a farinha aos poucos e mexa bem até que a massa desgrude da panela. Este processo deve ser feito com o fogo ligado, por isso é preciso mexer bastante para não grudar.

Espere a massa esfriar e monte as coxinhas. Molhe as cozinhas em um recipiente com água e depois passe-as em farinha de rosca. Fritar em imersão em óleo bem quente.

As coxinhas podem ser congeladas.

2. Salpicão de jaca

Ingredientes:

1 xícara de chá de cenoura ralada;½ xícara de chá de maçã verde picada;½ xícara de chá de milho em conserva;½ xícara de chá de salsão bem picado;½ xícara de chá de azeitonas picadas;1 xícara de chá de batata em cubinhos já cozida;1 xícara de chá de ervilha;½ xícara de chá de uva passa;1 xícara de chá de carne de jaca desfiada;½ xícara de chá de maionese;1 colher de sopa de mostarda; meio limão espremido;½ xícara de chá de salsinha e cebolinha picadas;Sal e pimenta-do-reino a gosto.

Modo de preparo:

Em um recipiente grande, junte a cenoura ralada, a maçã verde picada, a azeitona, o milho, a batata cozinha, a uva passa e a carne de jaca verde desfiada.

Acrescente a maionese, a mostarda, o limão, a salsinha e a cebolinha picadas. Tempere bem e leve para a geladeira por pelo menos duas horas antes de servir.

3. Jaca desfiada ao molho barbecue

Ingredientes:

2 xícaras de carne de jaca verde desfiada;1 colher de sopa de azeite de oliva;½ cebola picada;3 dentes de alho picados;1 colher de sopa de açúcar;1 colher de sopa açúcar mascavo;1 colher de sopa de cominho em pó;1 colher de sopa de páprica;1 ½ colher de sopa de fumaça líquida;2 xícaras de chá de caldo de legumes já diluído;½ xícara de molho barbecue.

Modo de preparo:

Refogue a cebola no azeite e junte também o alho até que fiquem dourados. Acrescente a jaca verde, o açúcar, os temperos e a fumaça líquida. Mexa bem para que todos os ingredientes de misturam.

Adicione o caldo de legumes e tampe a panela, deixando cozinhar por pelo menos quinze minutos ou até que todo o líquido seja absorvido.

Em uma forma forrada com papel manteiga, espalhe todo o refogado e deixe por cerca de vinte minutos no forno em fogo médio. Retire a forma do forno e acrescente o molho barbecue. Deixe no forno por mais quinze minutos ou até que a mistura esteja bem marrom.

Você pode servir com arroz integral e purê de batatas ou como se fosse um sanduíche, em pão de hambúrguer, fica delicioso.

4. Salada de falso atum (jaca verde)

Ingredientes:

2 xícaras de chá de jaca verde desfiada;½ colher de sopa de azeite de oliva;½ cebola picada;2 dentes de alho picados;1 colher de sopa de alga kelp (tempero de algas);½ colher de sopa de estragão seco;1 xícara de chá de feijão branco cozido;¼ xícara de maionese;2 colheres de sopa de picles picados bem pequeno;1 ½ colher de sopa de mostarda dijon;Suco de 1 limão.

Modo de preparo:

Aqueça o azeite e refogue bem a cebola e o alho por alguns minutos. Adicione a jaca já desfiada e deixe por alguns minutos, mexendo. Adicione o tempero de algas e sal e retire do fogo.

Amasse os feijões brancos com um garfo até que vire uma pasta. Adicione o restante dos ingredientes, inclusive o refogado de jaca, e misture bem.

5. Miolo de jaca verde acebolado

Ingredientes:

1 xícara de chá de miolo de jaca em pedaços;1 cebola grande em rodelas;Shoyu a gosto;Salsinha a gosto;Pimenta-do-reino e orégano a gosto.

Modo de preparo:

Aqueça azeite em uma panela e refogue a cebola. Adicione o miolo de jaca e mexa por alguns minutos. Acrescente o shoyu, a pimenta-do-reino e o orégano e deixe cozinhar mais um pouco. Salpique a salsinha e está pronto.

 

-Publicidade-

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor deixe seu comentário.
Por favor digite seu nome aqui